marca empresarial

Qual marca sua empresa quer deixar quando a crise acabar?

Sem dúvidas a crise do coronavírus trará muitas lições e ensinamentos para pessoas e empresas. Tivemos que “correr’ e nos adaptar rapidamente pois o vírus não espera, ao contrário, se alastra.

Foi preciso que empresas, colaboradores e clientes passassem a adotar ações que, em muitos casos, não faziam parte das rotinas. Home office, novos produtos, reposicionamento de serviços, inclusão de novos canais de comunicação, utilização ainda maior da Internet… 

Comitês de Gestão de Crise foram colocados em prática, a união de setores que às vezes não estavam tão alinhados precisou ficar. RH, Comercial, Financeiro, Marketing todos interligados em busca de alternativas para ativar ações, aliviar tensões e alinhar a comunicação interna e externa. O tempo urge e a frase “melhor feito do que o perfeito” está sendo usada em muitos casos. Entretanto, apesar da necessidade de agilidade, é preciso considerar: esta crise vai passar e qual a marca a sua empresa deixará na cabeça dos seus colaboradores, clientes e parceiros? 

É preciso planos eficazes e sólidos, com análise global de todos os públicos nos quais a empresa se relaciona. Não adianta mostrar atitude positiva para os clientes e não pensar nos colaboradores. É preciso manter funcionários engajados, motivados e fornecer informações relevantes, com interações periódicas. O propósito, o manifesto ou a missão, a visão e, principalmente, os valores precisam estar em evidência e sair das paredes.

Ao mesmo tempo, não dá para aumentar preços aos clientes sem necessidade e justificativa plausível. Há uma grande diferença entre oportunismo e oportunidade. Além de dificultar a aquisição, ficará a imagem de uma empresa que está se aproveitando de um momento tão delicado.

Valorização das pessoas, disponibilidade no atendimento, facilidade nos pagamentos e na execução dos serviços são alguns dos elementos importantes, que estão ainda mais em evidência e valorizados neste momento. É hora de se posicionar ou de se reafirmar como marca relevante no mercado.

Estamos vivendo um momento inédito em que todos precisam se adaptar a novas formas de trabalhar e de entregar resultados diante de uma pandemia que traz incertezas no curto e longo prazos. Quem se diferenciará é quem souber agir com eficácia e humanidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *